01/07/2013

Família Costa da Silva de luto em Tupanciretã

Afonso Gomes da Silva
O Afonso da Coxilha Bonita
O Taquariano
O Tropeiro
O Capataz do Cel. Ledino e Theodorico Andrade
O Pai
O Marido
Um Tupanciretanense
Um homem que sempre usou bombacha até mesmo em casa nas horas de descanso
Deixou-nos, partiu triste com a doença que lhe abateu, mas feliz pela família que fez.
Neste momento de tristeza, de sentimento a família Costa da Coxilha Bonita perde o seu esteio principal.

Partiu deixando um rastro de respeito, de dignidade, de responsabilidade, de lealdade, de honestidade extrema perante a família e a nossa Tupanciretã.

O Pai sempre disse “Estudem meus filhos, pois Eu e a Nira (Mãe) trabalhamos para ver vocês serem pessoas de bem direitas e responsáveis.”

Eu, Luis Afonso, Francisco Carlos, Paulo Roberto, Marco Antonio,  Julio Cezar, Maristela, Elizabeth e o Cláudio ficamos orgulhos de ter um Pai que tivemos.

Tudo o que o Paí e a Mãe conquistaram na vida foi com o seu suor, pois nada o que temos hoje foi de graça, doado ou sei lá outra qualquer palavra a que não seja trabalho, trabalho, trabalho.

O Pai e a Mãe nunca na vida tiraram umas férias, foram à praia, a um acampamento, a um cinema, num ou outro baile foram, pois sempre queriam ficar em casa na cidade ou na chácara.

Vou lembrar sempre as vezes que vestiu a camiseta quando me determinei em entrar na politica, na ultima em 2012 ele virou esta cidade em busca de voto para minha candidatura.

Vi poucas gargalhadas, mas o que mais ouvimos era contar os causos das tropeadas, campereadas, mas o seu grande prazer era receber os amigos, conhecidos, parentes lá na chácara para um mate, um pouso e uma conversa.

Ele se foi com seus 87 anos, um pouquinho mais que a emancipação de Tupã, o cigarro lhe tirou a vida muito embora tenha parado de fumar a mais de 30 anos, alguns anos atrás fez cirurgia de tudo um pouco (ponte de safena, próstata, visão), mas uma isquemia acompanhada de pneumonia lhe derrubou e não conseguiu se levantar.

Que o Senhor todo poderoso os receba este homem, este Pai, esta amigo, este herói da Família Costa e da Família Silva que também era da Caneleira.

Tenha certeza PAI que um dia nos encontraremos

Dia do seu casamento com Padrinhos (E) Clodomiro A Machado e Glorinha Machado (D) Wano e Alba  Herter


Nos anos 60 quando era capataz no Batú
Nas caçadas com os amigos de Porto Alegre

Casamento no fundo do Batú na chacara do Vô Chico

Nesta estão: Paulinho Bala, Selvagem, Luis Afonso, Maristela (Mamadeira) Lebrão e o Mané (Julinho)

Em baixo das laranjeiras na Coxilha Bonita era o maior prazer e estar e festejar com seus amigos

Esta carroça era especialmente lavada e preparada para o desfile civico com os alunos da Escola da Dona Neli Paz na Coxilha Bonita

Aqui quando serviu o quartel em Cruz Alta


Momentos atuais que vão ser lembrados para sempre












O Dr. Paulo Vicieli não foi só um médico foi um grande amigo


Sua duas filhas do coração a Maristela e a Bethe



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Meus sinceros sentimentos de pesar.
    Herófilo Cardoso e família

    ResponderExcluir

Obrigado, sua opinião ou comentário é bem vinda.